Reflexões

Vamos nos embebedar de amor

Imagine um bêbado caminhando em uma estrada escura. Ele vai cambaleando devagar, todo desequilibrado pelo caminho. De repente uma luz forte aparece, ele se assusta com sua própria sombra e, cataploft, no chão! Ele levanta e cai muitas vezes, tentando se acostumar com a claridade. Fala sozinho e não obtém respostas sobre o que aconteceu. No dia seguinte, lembra-se vagamente. E sente as dores pelo corpo, sem entender o por quê daquilo. 

Assim somos nós na caminhada da transformação pessoal. Desequilibrados por causa de algumas doses de falta de amor, nos assustamos quando uma luz ilumina a realidade de alguns fatos e revela nossas sombras. Caímos e levantamos inúmeras vezes. Ficamos perdidos, tentando entender por que estamos passando por tudo aquilo. Sofremos, nos questionamos e buscamos respostas que nem sempre queremos encontrar. Muitas vezes fazemos até mesmo as perguntas erradas para os nossos defeitos não enfrentar.

É chegada a hora de nos curarmos desta embriaguez emocional. É preciso acolher quem somos. Aceitar nossas imperfeições. Trabalhar na substituição destas por virtudes. 
Vamos nos embebedar de amor para acabar com a ressaca moral. E nos desintoxicar dos medos e culpas que tanto atrapalham a nossa evolução. 

Vamos nos embebedar de amor para encontrar a lucidez. Que nos faz compreender o motivo das quedas. Quanto mais despertamos para o autoamor, mais sóbrios ficamos. Mais presentes e atentos às oportunidades nos tornamos. Mais aprendemos sobre nós mesmos. Mais nos antecipamos às situações. Menos tombos levamos. Menos sofrimento nos causamos. Mais equilibrados ficamos. E momentos de felicidade vivenciamos.
Vamos nos embebedar de amor para nos aperfeiçoar e o lado bom da vida aproveitar. Só por hoje. 

Acompanhe o Lentes do Coração nas redes sociais. Para curtir o Face clique AQUI Para segui no insta AQUI

Um dia de muita luz para você.

Bjo

Carol =) <3

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.