Poesias

Sem rótulos. Não sou assim ou assado.

 

Não sou assim
ou assado
Sou eu, 
Simplesmente
Completamente
Sem rótulos
Sem máscaras
Sem regras
Sou eu, igual e diferente
De costas e de frente
Sempre
Sou menina e mulher
Feia e bonita
Triste e feliz
Choro e gargalhada
Conservadora e moderninha
Recatada e assanhada
Santa e safada
Solta e amarrada
Sou ordinária e original
Sou eu, carente e autosuficiente
Superficial e profunda
Especialista e generalista
Equilibrada e desajustada
Doida varrida, sã precavida
Sou metade de tudo
Muito, pouco e nada
Sou isso e aquilo
Multifacetada
Cheia de jeitos e trejeitos
Sou 8 até oitenta
Sou eu e parte de você
Sem preço e etiqueta
Sem comparação
Com boa intenção
Sou assim e assado 

Feliz dia da Mulher! Que possamos ser respeitadas do jeito q somos: Sem rótulos. 

Beijo

Carol

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.