Reflexões

Veja o lado bom da vida

 
E se todos os dias ao abrir os olhos, você pudesse escolher uma lente para usar ao longo do dia, como ela seria? E se antes de enfrentar cada situação difícil que você vive diariamente, você pudesse escolher uma nova lente, como ela seria? E se isto se repetisse diversas vezes ao longo do dia: ao ouvir ou vivenciar uma história de crueldade, de maldade, fofocas e muito mais, quais seriam as suas lentes?

Isso acontece. Todos os dias. Escolhemos nossas lentes assim como escolhemos nossas roupas. Com a diferença que as lentes do dia são escolhidas automaticamente. Nunca nos preocupamos nem nos preparamos tal qual para os looks do dia. Sem perceber, a todo instante vamos trocando de lentes. A todo momento estamos analisando e julgando histórias e pessoas com as mais variadas lentes. Lentes racionais. Lentes emocionais. Que trazem inúmeros filtros. De experiências passadas conscientes e inconscientes, de mágoas, de ressentimentos, de orgulho, de egoísmo, de falta de amor próprio, expectativas frustradas e tantas outras possibilidades que nossa mente pode criar.

São lentes carregadas. De tristeza, pessimismo e preconceitos. Lentes construídas a partir de nossos defeitos. Da dificuldade de perdão. Da incompreensão do que é o amor. E da ausência de amor.
Por outro lado existe um outro tipo de lente. Que só aparece de vez em quando. E deveria aparecer sempre. Elas são bastante sutis e sensíveis. Você pode até achar que existem pessoas que nem ao menos as possuem. Mas todos nós as temos. Só é preciso aprender a encontrá-las. Aprender como produzi-las. Por vezes seguimos as pistas erradas e as procuramos em coisas e em pessoas. Quando, na realidade, elas estão mais perto do que imaginamos. Estão bem aqui dentro de nós. Escondidas. E espalhadas pelo nosso coração. E para que elas apareçam com mais frequência, precisam ser conectadas através da nossa transformação.
Quais lentes você vai usar hoje? 

#vejaoladobomdavida 
#sejaoladobomdavida

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.